10 dicas rápidas sobre como conviver com doenças crônicas

10 dicas rápidas sobre como conviver com doenças crônicas

Doenças crônicas são aquelas de progressão lenta e que tem uma longa duração podendo permanecer pelo resto da vida. Existe dois tipos de doenças crônicas, as transmissíveis e não transmissíveis. A primeira tem início a partir de um processo infeccioso ou parasitário e a segunda é caracterizada pela progressão de acometimentos fisiológicos que acabam desencadeando a doença.

Muitas vezes não possuem cura e os pacientes precisam aprender a lidar com elas. No começo são silenciosas e normalmente não apresentam grandes riscos, mas é com o tempo que começam e causar problemas. Deste modo, serão apresentadas 10 dicas sobre como conviver com doenças crônicas:

Dica 1 – Procure entender a doença  

Entender o funcionamento da doença é fundamental para conseguir manter o controle. Estude e conheça como ela age, pesquise seu histórico familiar de doenças crônicas e busque informações que possam te preparar. Entender sobre o assunto nunca é demais.

Dica 2 – Siga o tratamento que seu médico recomendou

Não tenha medo de falar sobre sua doença com seu médico pois para te ajudar ele precisa te entender. Siga sempre as recomendações e os tratamentos adequados e tire dúvidas recorrentes. O tratamento pode ser feito com mudanças hábitos saudáveis e não só medicamentos.

Como conviver bem com uma doença crônica
Convivência com a doença crônica

Dica 3 – Encontre o equilíbrio e seu bem estar

Encontrar o seu equilibro é fundamental logo após aceitar a doença. Procure viver e curtir um estilo de vida mais saudável, aproveitando momentos presentes com amigos e familiares.  

Dica 4 – Não desacreditar do tratamento

O profissional da saúde, tem a missão de tornar a vida do paciente mais fácil, pois lidar com uma doença crônica tem muitas implicações físicas e psicológicas. Os tratamentos visam sempre gerar resultados positivos, o mais  importante é acreditar neles.

Dica 5 – Nunca perca a sua autoestima

O simples fato de estar doente, afeta o paciente em sua autoestima. Manter-se perseverante e confiante e não se dar por vencido ajuda muito. Seja qual for o grau de comprometimento causado pela doença não deixe de gostar de si mesmo.

Dica 6 – Afaste-se de hábitos que possam agravar a doença

Fumar, ingerir bebida alcoólica, drogas e alimentação inapropriada só irá deteriorar sua saúde. Fuja destes vícios e invista seu tempo em atitudes mais saudáveis para ampliar suas chances de ser mais feliz. Seus hábitos influenciam diretamente no tratamento da doença.

Dica 7 – Sempre busque ajuda especializada

Nunca ache que dá para resolver tudo sozinho. Se você sofre de algum mal, dor crônica, doença que não consegue curar como, insônia, depressão, estresse, ansiedade e sente que precisa de ajuda, procure um médico especializado. Não espere o avanço da doença. Ninguém precisa viver com dor e todo mundo merece uma vida plena e saudável.

Dica 8 – Socialização

O contato com pessoas aumentam as chances de conhecer melhor os próprios  sintomas. Além disso, você passa a se identificar e falar da doença, dessa forma irá  melhorar e se sentir mais confiante.

Dica 9 – Não se culpe

Um pensamento comum entre as pessoas com doenças crônicas é que a doença é de alguma forma uma falha sua. Você deve ficar longe dessa linha de pensamento. Não se culpe pelo o que está acontecendo isso pode levar à depressão e a baixa autoestima.

Dica 10 –  Com a prática de exercícios físicos

Você pode afastar de vez algumas doenças crônicas como, hipertensão, doenças cardíacas, obesidade, pressão alta e muitas outras. Uma simples caminhada diária irá contribuir para o seu desempenho e tratamento.

Programa de suporte ao paciente e diagnóstico
Programa de suporte ao paciente e diagnóstico
error: Conteúdo Protegido!