A importância do Programa de Suporte ao Paciente no acesso a medicamentos.

A importância do Programa de Suporte ao Paciente no acesso a medicamentos.

Em um país de proporções continentais como o Brasil, e com tantos problemas em diversas áreas da economia e da saúde, o acesso a medicamentos é um grande desafio. Hoje, ainda vivemos o agravante de uma pandemia, onde as medidas de restrições para conter o avanço da COVID-19 podem atrapalhar ainda mais esta entrega e acesso. Por isso, ter um Programa de Suporte ao Paciente bem estruturado ajudará a atravessar melhor cada etapa da jornada de tratamento do paciente.

Você sabia que existem diferentes formas de acesso a medicamentos?

Um dos grandes problemas da saúde, principalmente em casos de doenças crônicas e raras, são os altos valores dos exames de diagnósticos e dos medicamentos. 

Acesso Público – Sistema Único de Saúde (SUS)

A Política Nacional de Medicamentos prevê a disponibilização gratuita na rede pública de medicamentos de alto custo inseridos na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME), atualizada periodicamente, como ferramenta para as ações de assistência farmacêutica e o processo exige o cumprimento de algumas etapas até o acesso.

Para acessar o medicamento no SUS é comum que o paciente realize uma série de exames para retirá-los gratuitamente, ou seja, o paciente precisa apresentar os exames exigidos no Laudo de Medicamentos Especializados (LME). Por meio deste laudo é que são estabelecidos os critérios de inclusão e exclusão do tratamento medicamentoso fornecido nas farmácias de alto custo.

Somente após realizado todo o processo burocrático, o paciente será incluso no programa de fornecimento de medicamentos do Ministério da Saúde. Em decorrência dessa demora, as pessoas que sofrem com doenças crônicas e raras são as principais impactadas por este processo.

Acesso Privado – Operadoras de Saúde

Quando falamos do serviço privado ou serviço complementar em saúde, as dificuldades de acesso podem ocorrer também. Cada operadora tem seu “modus operandi”, assim como especificidades para formulários e solicitações de documentações, o que torna os processos complexos para o paciente, desconhecedor do assunto.

 

Podemos separar os perfis de acesso a medicamentos da seguinte maneira:

Acesso público (LME)

Acesso via processo administrativo

Acesso via saúde suplementar (OPS)

Acesso via desconto

É preciso atuar com uma equipe especializada, dando suporte ao paciente e familiares em cada um dos perfis com: 

      Acesso por meio do Sistema Público de Saúde (SUS);

      Orientação e acompanhamento da documentação;

      Cobertura de operadoras de planos de saúde;

      Apoio da realização de exames (parcerias com laboratórios e clínicas de diagnósticos);

      Estrutura e suporte para inclusão do paciente em programas de desconto;

      Viabilidade logística, desde o processo de diagnóstico até a aquisição efetiva do medicamento.

A importância do Serviço de Concierge da Azimute Med para viabilizar o acesso à medicação: o suporte que seu paciente precisa.

Muitas vezes, mesmo orientado pelo médico, o paciente tem dificuldades em conseguir o medicamento ou entender os próximos passos do tratamento. Algumas etapas podem ser mais complexas e burocráticas e é preciso garantir que tudo seja feito rigorosamente como foi prescrito.

Nossos profissionais responsáveis pelo Serviço de Concierge são preparados e têm profundo conhecimento da relação entre paciente – médico – operadora de saúde – SUS, proporcionando auxílio no entendimento do processo, orientação sobre documentações, esclarecimento de dúvidas dos pacientes, familiares e profissionais de saúde envolvidos no processo de acesso ao medicamento.

Somos uma peça que se encaixa e conecta cada uma destas pontas no atendimento em saúde, otimizando tempo, recursos e oferecendo um serviço diferenciado e preciso, que permita ao paciente se dedicar ao que é mais importante: a sua qualidade de vida e recuperação.