AzimuteMed: Atendimento humanizado aliado a tecnologia são essenciais no cuidado ao paciente

AzimuteMed: Atendimento humanizado aliado a tecnologia são essenciais no cuidado ao paciente

A atenção, o cuidado e carinho ao indivíduo estabelecem conexões, que vão além do corpo físico. O profissional da saúde que olha para o outro integralmente como se ele fosse único, fortalece a relação enfermeiro-paciente e estabelece um poder de transformação, melhora e cura.

Segundo a psicóloga visitadora da AzimuteMed Jane Elen Augusto, os programas de apoio ao paciente são fundamentais no processo de aceitação da doença, na adesão ao tratamento e na melhora da qualidade de vida.

“Adoecer é confuso, causa questionamentos, angústias, medo e raiva. Os programas da AzimuteMed auxiliam o indivíduo a perceber que ele não é a doença, que passa a entender o que está enfrentando, a traçar objetivos, ter perspectivas e encarar a situação exatamente como ela é”, explica Jane.

Os programas oferecem acompanhamento via telefone, visita presencial, atendimento online por e-mails ou video conferências, mensagens de texto via celular, e aplicativos. Os atendimentos são realizados por educadores, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, assistentes sociais e educadores físicos especializados na orientação para cada doença e respectivo tratamento. Os contatos são feitos com base no conceito de atendimento humanizado, com linguagem acessível.

“É o profissional de saúde que fideliza o paciente ao tratamento. O indivíduo se sente valorizado, seguro e confiante”, conta Claudio Henrique Pinto Gonçalves, enfermeiro visitador da AzimuteMed, que completa: “o atendimento vai além da orientação, do esclarecimento de dúvidas ou aplicação de um medicamento, é compaixão, é troca. Isso tudo é fundamental para quem está sendo cuidado”.

A tecnologia a favor do paciente

Ao ingressar no programa orientado pelo médico, a primeira conversa é pelo telefone. Em seguida, o paciente poderá receber visitas presenciais ou online (através de videoconferência), e-mails, mensagens de texto via celular, contar com aplicativos exclusivos, entre outros canais de comunicação que o auxiliarão no uso do medicamento contínuo, no monitoramento e convívio com a doença e melhora da qualidade de vida.

“As ferramentas tecnológicas são indispensáveis para a saúde das pessoas, pois aliadas ao profissional de saúde dão suporte ao tratamento, são ágeis para solucionar um problema ou descobrir um erro do paciente na aplicação de um medicamento, por exemplo”, afirma Luciana Lauretti, CEO da AzimuteMed.

Ela complementa: “a realidade virtual/aumentada, inteligência artificial, chatbot, aplicativos e a videoconferência são essenciais para aproximação com o paciente, pois possibilitam perceber as dificuldades e orientá-lo de forma mais precisa e segura.

“Seja qual for o canal, o atendimento realizado deve ser personalizado e único para cada indivíduo, além de atender 100% das exigências regulatórias e respeitar todos os protocolos e métodos de abordagem humanizados”, conclui.

Sobre a AzimuteMed

A empresa impacta a vida de mais de 1 milhão de pessoas, que participam de 69 programas personalizados desenvolvidos para dezenas de doenças e condições de saúde. Artrite Psoríasica, Artrite Reumatoide; Diabetes; vários tipos de câncer, Doença de Gaucher; DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica); Esclerose Múltipla; Espondilite Anquilosante; Fibromialgia; Gestação de risco e recém-nascido de alto risco; Hipertensão, Complicações por depósito de ferro e Câncer de pulmão estão entre elas.

A AzimuteMed atende todo o Brasil, conta com 302 colaboradores e 847 visitadores, que vão ao encontro dos pacientes sempre que necessário. Sanofi, Novartis, Sul América Saúde e Pfizer são alguns de seus clientes.

error: Conteúdo Protegido!