Obesidade infantil – a conscientização começa em casa

Obesidade infantil – a conscientização começa em casa

A obesidade infantil já é considerada um problema crônico entre as crianças do planeta. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 41 milhões de crianças com menos de 5 anos já estejam acima do peso. Já o Ministério da Saúde aponta em estudos recentes que crianças acima do peso possuem 75% de chance de se tornarem adolescentes obesos e a probabilidade de se tornarem adultos obesos é de 89%. No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, 12,9% das crianças entre 5 e 9 anos são obesas e 18,9% dos adultos estão acima do peso.

Diante desse cenário percebemos que é comum os pais não reconhecerem o excesso de peso dos seus filhos. É preciso salientar que a obesidade pode ocorrer por diversos fatores como genética ou alterações metabólicas. Mas hábitos alimentares ruins aliados ao sedentarismo dos próprios pais, também podem afetar a família como um todo, uma vez que esses hábitos refletem nos filhos.

No isolamento social é comum a redução da prática de exercícios e a má alimentação. É preciso reavaliar a rotina de toda a família e no geral, todos devem se esforçar para que os bons hábitos se fortaleçam, principalmente os pais e isso inclui o estímulo para as crianças.

 Abaixo deixamos algumas dicas práticas para fazer com os pequenos até mesmo em família:

Atividades diárias

Use cada dia da semana para fazer alguma atividade ou comer algum alimento mais saudável. Um planner grudado na geladeira ajudará no planejamento e as próprias crianças podem preencher.

Sequência de exercícios:

Imagem reprodução do youtube - Youtuber Mirim Alice Pimenta
Imagem reprodução do youtube – Youtuber Mirim Alice Pimenta

Desafios no geral são empolgantes e a criançada não ficará de fora. A “brincadeira” de sequência de exercícios usa o corpo até dez segundos. A Youtuber mirim Alice Pimenta ilustra essa prática em seu vídeo:

Batalha do Movimento:

A Batalha do Movimento é uma forma de fazer com que a criança se movimente de um jeito lúdico. No vídeo dois bonequinhos representam as crianças e seus movimentos são guiados pela canção. As crianças devem fazer igual. 

Yoga para crianças:

Uma história para crianças que mistura yoga e relaxamento. Neste vídeo educativo, pais e crianças aprendem a relaxar junto com os animais.

 

Clube da Anitinha “Mão na cabeça”:

Com o Clube da Anitinha a criança além de dançar, também pode cantar junto com a Anitinha, basta acompanhar a letra na tela. 

Circuito em casa:

Imagem reprodução – Bebê Abril

Se antes era proibido correr pela casa ou pular na cama, essa quarentena pode abrir exceções. Você pode montar um circuito com obstáculos dentro de casa. Subir no banco, passar por baixo da cadeira, driblar uma bola, correr até a cozinha, subir num degrau e colocar um ímã na geladeira. Aqui a imaginação pode ir longe e você ainda pode colocar trilha sonora como a do filme James Bond.

Acerte o saco:

Imagem reprodução – Bebê Abril

Encha um saco plástico de bolas de papel (ou com bexigas), pendure no alto e diga para a criança bater até derrubar (sempre com os cuidados para o objeto que escolhido para bater não machuque ninguém. Na foto, as batidas são com espaguete de piscina).

Bola na teia:

Bola na Teia
Imagem reprodução – Bebê Abril

Corrida do Pinguim:

Corrida do Pinguim
Imagem reprodução – Bebê Abril

Bora correr com uma bola ou bexiga no meio das pernas? Quem consegue atravessar a sala sem deixar a bola cair?

Guerra de bola de papel:

Guerra de bola de papel
Imagem reprodução – Bebê Abril

Aproveite as bolas que você fez para as outras brincadeiras e faça uma “guerra” de bola de papel, com direito a usar a parte de trás do sofá como trincheira!

Alimentação divertida

Premissas:

  • Tenha sempre em casa alimentos mais ricos em nutrientes, como frutas, legumes e verduras.
  • Carnes, leite e derivados, cereais integrais (arroz, trigo, milho), leguminosas (feijão, lentilha, grão de bico) darão mais energia para a criançada.
  • Promova diversidade nos alimentos diários, inove sempre.
  • Evite lanches ricos em gorduras e bebidas açucaradas, além de doces, bolos, sorvetes.
  • Controle o consumo de sal.
  • Observe se a quantidade de alimentos oferecida às crianças está em excesso.
  •  A hidratação é muito importante para que o melhor funcionamento do intestino, é preciso consumir de 30 a 40ml de água por quilo de peso corporal ao dia.

Bora montar os pratos?

Fontes:

https://saude.abril.com.br/blog/com-a-palavra/obesidade-infantil-um-desafio-de-peso/

https://revistacrescer.globo.com/Por-Uma-Infancia-Mais-Saudavel/noticia/2015/07/obesidade-infantil-de-quem-e-culpa.html

https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2019/11/27/a-obesidade-infantil-e-um-problema-serio-e-traz-riscos-para-a-saude-adulta.htm

https://bebe.abril.com.br/familia/6-atividades-para-familia-inteira-movimentar-o-corpo-durante-a-quarentena/

https://cuidai.com.br/obesidade-infantil-coronavirus/

http://www.maetipoeu.com.br/kids/refeicao-divertida-montagem-de-pratos-para-criancas/

 

Leia agora: Trabalhar e cuidar dos filhos: dicas para as mães de home office

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: Conteúdo Protegido!